CARMIM - A BANDA

BUARQUEANA

 (João das Letras/ Walter Villaça)

 

E é clara a profecia do meu olho que atenta de um povo

mais generoso da verdade Santa

Traduzida pelo dia a dia que se passa entre o nó da massa

e a bandeira branca

É tanto tempo, contratempo, tanto sofrimento

E é tão pouco que ninguém nunca tá satisfeito

Tendo casa, tendo vaga, tendo o tempo todo

Sem perceber que a luz do sol - é que reluz o ouro

E é de prata o pingo d ́agua cruzando a luz fria

E o ar que te sustenta é cor clorofila

E é do vento o movimento, a colagem dos elementos

Onde as crianças dormem o mar é azul

Tudo sempre azul

Em frente apesar da avalanche

Porquê hoje tem que ser melhor que antes

E a palavra é a morada eeeh do navegante

GENILDO COSTA

PATRICIA COSTTA

AVESSO do AVESSO

 

 Genildo Costa

 

Nâo conheço esta fera que agoniza

Todo verde existente dessa mata,

Mata virgem onde cantou passarada

Anunciando invernada no sertão.

Os abalos da própria evolução,

Revertaram todo quadro com certeza...Abolição as leis da natureza..fez brotar reboliço e assombração.

Com a chegada da industrialização..acelera- se o ritmo da pobreza. O operário é sinônimo de fraqueza. Como engrenagem da produção.

 

Este conjunto de forças produtivas..que conduz o progresso  social. Intensifica o próprio capital.

Que aniquila, que mata e que devora. ...Só a LUTA de CLASSE determina o AVESSO do AVESSO da HISTÓRIA

UM GRANDE AMOR

Patricia Costta

 

O AMOR É COISA DOCE, PINIQUENTA

QUANTO MAIS DÓI, MAIS AGUENTA

DÁ VONTADE DE VIVER

É HISTÓRIA DE ALEGRIA E SOFRIMENTO

VEZES DÓI, MAS EU AGUENTO

DOR DE AMOR SÓ FAZ CRESCER

UM GRANDE AMOR TE ARREBATA O CORAÇÃO

UM GRANDE AMOR TRAZ ALEGRIA DE VIVER

TE ALUCINA DA ESSÊNCIA MAIS DIVINA

PALPITA VIDA, CORAÇÃO NÃO VAI DOER

TEM UM SABOR DE JAMBO DOCE DE VERÃO

É PRIMAVERA, A MAIS BELA ESTAÇÃO

É ÁGUA FRESCA VINDA DE DENTRO DA FONTE

QUE MATA SEDE E REFRESCA O CORAÇÃO

RÔMULO GOMES

ANTES DE VOCÊ CHEGAR

RÔMULO GOMES

 

ERA O TEMPO DE NEGAR O AMOR

ERA A FOME, O FRIO, A SEDE E A MÁGOA

ERA A FLOR QUE NEM SENTIA A AGUA

ERA O SOL QUE NÃO TINHA CALOR

ERA A VOZ QUE NÃO VIBRAVA O PEITO

ERA O ABRAÇO QUE NÃO AQUECIA

ERA O VERSO QUE NINGUÉM OUVIA

ERA A NOITE SEM LUA E NEM LEITO

ERA A ALMA TREMENDO DE MEDO

ERA A DOR DE NÃO SE PERDOAR

ERA A CULPA DE NÃO SE ENTREGAR

ERA O AMOR SONHANDO EM SEGREDO

ERA ALGUÉM AUSENTE DE LUTAR

ERA UM SER SEM SE RECONHECER

ERA UM CORAÇÃO A SE ESCONDER

ERA EU ANTES DE VOCÊ CHEGAR

NEUDO OLIVEIRA

PRIMAVERA SERTANEJA

NEUDO OLIVEIRA

 

MAMÃE,A CANAFISTA FULORÔ

AMARELÔ QUE CHEGA DÓI NAS VISTA

PIVETE,APOIS SE AQUIETE!

CUIDADO QUE É PRA NUM PEGÁ DORDÓI

MAMÃE,EU VORTO JÁ

EU VÔ BUSCAR UM MÓI

DE FLÔ DE MARMELEIRO PRA VOCÊ

MARMININO TRAQUINO

NUM VÁ CORRÊ PRA NUM FICÁ DE PERRENGUE

MAS EU TEIMAVA E IA APOIS SABIA

SE FICASSE DODÓI MAMÃE FAZIA UM LAMBEDÔ

COM FULÔ DE MUÇAMBÊ

MAMÃE,EU QUERO SÊ UM BEJA-FLÔ

VOAR,ROUBAR O MEL DE TODAS FULÔ,AI,AI

REFULORAR O MUNDO INTEIRO

MOLEQUE NUM SE AVEXE

DEIXE DE BESTAGE

NINGUÉM PODE COLHER E SEMEAR TODO O AMOR

QUE ATÉ NOSSO SENHOR QUE FOI O REI DAS FLÔ

PLANTOU O VERDADEIRO AMOR PELOS CAMINHOS

E O QUE GANHOU...UMA COROA DE ESPINHOS

FLOR DE MANDACARU É XIQUE-XIQUE

RIQUEZA FAZ A ABELHA RAINHA A FINA FLOR...

CERTEZA TINHA A VELHA MINHA MÃE

QUE TUDO ENTENDE DA VERDADE DO AMOR

FLOR DE MANDACARU É XIQUE-XIQUE

RIQUEZA FAZ A ABELHA RAINHA A FINA FLOR...

CERTEZA TINHA A VELHA MINHA MÃE

QUE TUDO ENTENDE DA VERDADE...DO AMOR

QUE O FRUTO É FRUTO DA ETERNA ESTAÇÃO PELEJA MAMÃE A MAJESTADE DAS FULÔ DA PRIMAVERA SERTANEJA